fbpx

|Bucha hidráulica da suspensão

A bucha hidráulica da bandeja contém fluido para absorver os impactos das vibrações da suspensão para o dentro do veículo.
A Sampel conta um amplo portfólio de buchas hidráulicas para veículos de diversas marcas conforme as especificações técnicas de cada uma delas.

Nosso robusto parque fabril com tecnologia e profissionais treinados para assegurar a qualidade de cada produto.

As Buchas Hidráulicas amortecem as vibrações dos veículos nas pistas.
Com um design compacto, elas conectam a carroceria, a suspensão e os braços articulados do veículo.
Elas possuem um amortecedor para suportar as vibrações nas estradas.
As buchas tradicionais possuem uma mola de borracha com um componente de borracha com a função de amortecimento.
As buchas hidro contêm um canal de fluido para amortecimento hidráulico.
Esse fluido se ajusta à bucha, conforme as trepidações da estrada.
O material das buchas precisa ser não corrosivo, como é o caso do alumínio.

Montagens de chassi

Os suportes do chassi são peças pequenas que garantem a segurança do veículo e reduzem os impactos na estrada, bem como as vibrações.

Esses importantes componentes também auxiliam a absorver o impacto de cargas do veículo.

As buchas devem estar sempre ajudadas de acordo com o sistema de suspensão.

Pequenas vibrações já geram uma experiência desconfortável, as fortes vibrações podem ser um risco ao motorista e passageiros, comprometendo a segurança.

Para andar com tranquilidade e sem vibrações, os veículos possuem uma série de suportes de chassi para os braços de controle transversais, chassis auxiliares, amortecedores de suspensão e estabilizadores.

A Sampel possui um vasto portfólio com componentes que se encaixam perfeitamente no seu tipo de veículo.

|Maio Amarelo, mês da conscientização

Maio Amarelo é uma campanha de conscientização dos acidentes de trânsito. Você conhece as principais causas de acidentes? Uma delas é o excesso de velocidade. É fundamental dirigir com cautela, para evitar acidentes e ter um maior controle do veículo. Outra causa comum é beber e dirigir. A bebida altera os reflexos e a noção do que é perigoso. A combinação celular e direção também não dá certo. Se você precisar falar ou digitar no celular, faça isso com o carro estacionado. A falta do uso de setas para comunicar uma intenção de manobra também é uma causa comum de acidentes. Não deixe de usar esse sinal. A falta de uma distância do veículo que está na frente pode acabar em acidentes. Tenha cuidado e atenção no volante. Preserve a sua vida e ajude a preservar a vida das outras pessoas.

Campanha Mês de Maio

Site oficial: www.maioamarelo.com

|Instrução de Montagem – Caneca ou Trava – Citroën

Importante: A trava ou caneca se apoia na base do amortecedor para sustentar o coxim ( Suporte do Amortecedor ).

A função desta peça é distribuir a força do movimento da suspensão uniformemente pela área em volta do tubo do coxim.

Sem esse componente, a haste do amortecedor aplicaria sua carga concentrada diretamente no tubo, não sendo distribuída pelo ( Coxim ou Suporte do Amortecedor ), causaria rupturas com o uso.

Veículos que usam esse item:
Montadora: Citroen  – Itens que fornecemos com a caneca:
8058bC, 8058C, 8065bC, 8065C, 8080bC, 8080C, SK821C/CS, SK822C/CS, SK855C/CS, SK856C/CS, SK926C/CS, sSK927C/CS.


Conteúdo exclusivo e
desenvolvido pela Sampel.

|Posição de Montagem (4951)

Suporte do Amortecedor
Suspensão dianteira sem rolamento

Código Sampel : 4951
Código Original: 1K0412331B  /  1K04122331E

POSIÇÃO DE MONTAGEM
1-) Setas para o lado interno da carroceria, apontando para a dianteira e traseira.
2-) Ressalto do suporte para o lado da roda.

///////


Aplicações

A3  –  2007 – 2012
EOS –  2009 / …
FUSCA –  2013 / …
JETTA –  2006 / …
PASSAT –  2006 / …
TIGUAN –  2009 / …


Conteúdo exclusivo e
desenvolvido pela Sampel.

|Bieleta da Barra Estabilizadora

As Bieletas ligam a barra estabilizadora ao amortecedor do veículo.
Sua função é manter a estabilidade na pista, principalmente em curvas, declives e estradas desniveladas.
Para proporcionar maior desempenho e performance com alta durabilidade,
as Bieletas Sampel são produzidas com material tecnicamente selecionado.
 

A Sampel tem um grande compromisso com a sua segurança.

Todos os nossos produtos passam por rigorosos testes de resistência mecânica e de desempenho.Sampel, qualidade e segurança que você pode confiar.

|Saiba quais componentes fazem parte do sistema de suspensão?

É a  suspensão do veículo a peça responsável por absorver o impacto das irregularidades das estradas, proporcionando ao motorista total conforto na direção. Existem vários tipos de suspensão e esse sistema trabalha com um conjunto de peças que estão em constante movimento para reduzir o impacto e é fundamental para que o veículo desenvolva sem qualquer problema e se equilibre em irregularidades do solo. A manutenção do sistema de suspensão é fundamental para uma maior vida útil do veículo.

 

Amortecedor
O amortecedor é um dos principais componentes do sistema de suspensão, sem o qual o veículo contaria apenas com as molas para amortecer impactos. Com o amortecedor é sempre possível controlar o carro. O automóvel iria quicar durante todo percurso. Sua função é controlar o efeito da mola, e quando ela se comprime, o amortecedor se estende com efeito mais lento e dinâmico, balanceando a ação. Desse modo, o veículo pode ficar estável. O veículo é dependente desse sistema para ter uma boa performance.

Molas
As molas, assim como o amortecedor, têm a função de reduzir o impacto das irregularidades da pista, fazendo com que não sejam sentidos pelos motoristas e passageiros dos veículos. As molas podem ser do tipo helicoidal ou do tipo feixe de molas, são produzidas em aço e são muito flexíveis. Geralmente, dependendo do modelo do veículo, são instaladas na coluna de suspensão ou em suportes específicos. As molas garantem a estabilidade do veículo.


Braço oscilante (bandeja de suspensão)
O braço oscilante, ou bandeja de suspensão como é popularmente conhecida, é a peça que liga a coluna de suspensão ao chassi do veiculo. Sua principal função é servir de apoio à coluna de suspensão, já que a mesma trabalha em constante movimento, necessitando de um ponto fixo. O braço é ligado à carroceria do veiculo através de buchas de borracha, na outra extremidade sendo fixada a coluna de suspensão pelo pivô. As buchas auxiliam o movimento da bandeja de cima para baixo sem gerar ruídos.

Pivô de Suspensão
O pivô é responsável por permitir que a coluna de direção gire em seu próprio eixo, além de auxiliar a mesma nos movimentos constantes de sobe e desce, permitindo que o braço oscile.


Barra estabilizadora
É responsável por fazer a ligação entre as colunas de suspensão. Com ela, o carro pode ter  mais estabilidade na estrada. A peça é presa na carroceria com a ajuda de buchas de fixação e nas colunas de suspensão com auxílio de bieletas. O amortecedor controla o efeito da mola, e quando ela se comprime, o amortecedor se estende com efeito mais lento e dinâmico, balanceando a ação e mantendo o automóvel estável.


Batente do amortecedor (Kit do Amortecedor Completo)
O batente trabalha encaixado na haste do amortecedor e também é um componente muito importante para o funcionamento da suspensão. Nesse caso é usada uma espuma resistente a impacto feita de polimérica. O batente do amortecedor pode estar precisando de troca quando estiver fazendo muito barulho.

|Suporte do Amortecedor / Citroën C3

Veja o procedimento de troca do kit de reparo da suspensão dianteira em um Citroën C3,
com ênfase no posicionamento do coxim superior da torre, cuja montagem gera dúvidas e erros no mercado

O Citroën C3 (ano/modelo 2008/2009) utilizado nesta reportagem foi cedido por terceiros e tinha diversos erros de montagem em sua suspensão que poderiam provocar um acidente de trânsito. Examinando o veículo, o técnico em Desenvolvimento de Produto da Sampel, Thiago Kiyoshi Kano, identificou que o coxim superior da torre de suspensão dianteira-esquerda estava com seu pino-guia voltado para dentro, quando deveria estar para fora. Segundo Thiago, trata-se de um erro comum em campo. “Esse carro sofreu alguma manutenção e o coxim foi montado de forma invertida”, afirma.

Confira essa matéria completo no site do Parceiro – O Mecânico ( CLICK AQUI )